Governo vende aos chineses, brasileiros, angolanos, belgas ou a quem lhe apareça pela frente empresas estratégicas tais  como a REN, a CP, a EDP, os CTT, os Transportes públicos de Lisboa e Porto, edifícios públicos, a TAP, a RTP entre outros.


Já nada resta para vender. Portugal está mais pobre e a sua identidade corre o risco de desaparecer…

D.R.